CAMPEONATO CEARENSE: Com dois de Roger, Ceará vence o Guarany de Sobral e se torna líder isolado do estadual

Em noite inspirada do atacante Roger, o Ceará venceu o Guarany de Sobral por 3 a 0 no Castelão, nesta quarta-feira, 20. O centroavante marcou dois, fez mais outro que acabou anulado pela arbitragem e foi quem mais finalizou em 90 minutos. Chico, Felipe Baxola e Samuel Xavier também foram peças fundamentais para o Vovô.

O técnico Lisca observou tudo dos camarotes do estádio. Ele escapou do curso que faz na CBF e veio especificamente para assistir a partida. Seu auxiliar, Márcio Hahn, foi quem comandou o time da borda do gramado. O Ceará agora é líder isolado do Estadual.

Apesar de não ter ficado apenas na defesa, o Guarany não conseguiu nenhum finalização no primeiro tempo. Com marcação alta, o time sobralense tentava dificultar a saída de bola do Vovô, mas na prática segurou pouco as investidas do Alvinegro.

O ataque do Ceará, que nos primeiros 45 minutos pode-se resumir a Roger, estava pouco inspirado. O camisa 9 mostrou problemas de posicionamento e desperdiçou muitas chances até marcar, aos 25. Primeiro foi um passe de Ricardinho, já na grande área, que foi interceptado pelo zagueiro Ciro. Depois foi o lançamento recebido no peito, mas que escapou do domínio do centroavante. Houve ainda pelo menos dois lançamentos em que ele partiu para receber em posição irregular.

O gol saiu de um cruzamento de Samuel Xavier, da direita, em que a bola foi quase até a trave da esquerda e Roger desviou esquisito com a perna direita. Foi o primeiro gol do centroavante com a camisa alvinegra. “Tô feliz. Queria retribuir todo o carinho que tenho recebido e aproveitar essa oportunidade de recomeçar”, disse, no intervalo.

O meia Felipe Baxola teve a chance de ampliar, quando dividiu bola com Douglas na intermediária, mas o goleiro levou a melhor. Ricardinho também poderia ter feito o segundo, ao finalizar uma bola cruzada, na grande área, que tirou o grito de quase do torcedor na arquibancada. O segundo tento até saiu, aos 47, quando Ricardinho entrou na área pela direita e rolou para Roger, mas o primeiro já estava impedido.

Para o segundo tempo, o técnico do Guarany, Anderson Silva, decidiu ser mais ousado. Lançou um atacante e um meia ofensivo para campo e o Cacique passou a rondar mais a grande área do Vovô, mas seguia sem finalizar. A melhor oportunidade do bugre foi quando Richard falhou ao tentar segurar uma bola e Alex pegou a sobra, mandando na trave.

Fora isso, as chances foram todas do Ceará. Aos 7, João Lucas penetrou na grande área pela direita e rolou para Roger, que chutou rasteiro e obrigou Douglas a defender com o os pés. EM jogada semelhante, mas dessa vez pelo lado direito, aos 18, Chico chegou na grande área e tocou para Roger, centralizado, bater no contrapé do goleiro e marcar o segundo. Cinco minutos depois, Baxola experimentou chutar de fora da área e a bola desviou no zagueiro Ciro, enganando o arqueiro rubro-negro: 3 a 0.

Antes da metade do segundo tempo a fatura estava liquidada, por isso o Alvinegro diminuiu o ritmo. O Guarany bem que tentou aproveitar o freio do adversário para se lançar novamente ao ataque e buscar diminuir o placar, mas faltava qualidade. Quando Márcio Hahn lançou o volante Auremir a campo, já na casa dos 40, o jogo ficou ainda mais burocrático e terminou como estava.