Camilo quer liberdade do PT para apoiar Ciro presidente se Lula ficar fora

O governador Camilo Santana participa amanhã (25), em São Paulo, de reunião estratégica do PT — um dia após o julgamento de Lula no TRF-4.

Boa parte dos analistas políticos acredita que o ex-presidente será condenado no caso do triplex em Guarujá. Caso isso se concretize, os petistas devem lançar o nome do ex-governador da Bahia Jaques Wagner.

Neste cenário, Camilo pedirá liberdade ao partido para apoiar a candidatura de Ciro Gomes (PDT) no Ceará.

Com Lula fora do jogo, a vida do governador fica bem mais tranquila. Agrada os FGs, seus padrinhos políticos, e se for tachado de traidor pelos petistas, argumentará que seu compromisso era com Luiz Inácio.

Fonte: Cearanews/mombacanews