Câmara vota gratificação de agentes de trânsito de Iguatu

Com presença de agentes do Departamento Municipal de Trânsito (DEMUTRAN) e da secretária de Trânsito e Segurança, foi votado na Câmara Municipal de Iguatu (CMI) o Projeto de Lei (PL) que institui a Gratificação de Atividade de Trânsito (GAT) direcionada aos funcionários de carreira. A matéria encaminhada pelo Poder Executivo vem com a proposta conforme o texto do documento de ser uma continuidade à política de valorização dos profissionais.

O projeto prevê que a GAT será considerada para efeito do cálculo da gratificação de adicional de tempo de serviço. O propósito da PL visa ainda a efetivar o grupamento funcional contribuindo para o controle, ordenamento e planejamento do transporte púbico, trazendo segurança e benefícios para a população e para a cidade.

Representando a categoria, o agente Carlos Henrique afirmou que o projeto assegura os direitos dos profissionais. “Nós vínhamos com nessa batalha há muitos anos. A gratificação recebíamos, mas faltava essa regulamentação. Sofremos quando a gestão tinha problemas com a folha salarial que implicava o corte de nossas horas de serviços prestados. Agora com essa lei, temos nossos direitos assegurados, independente de gestor”, afirmou.

O projeto foi votado por unanimidade em três sessões em decorrência da urgência com aprovação por meio de pareceres favoráveis das comissões de legislação, constituição, justiça e redação final e de orçamento, finanças e fiscalização. “Acredito que foi boa vontade do gestor em encaminhar o projeto a casa. Isso mostra que ele está aberto a sentar com as categorias e beneficiar como manda a lei, garantindo o que primordial na vida de um trabalhador, que é o salário”, disse Mário Rodrigues (PDT) presidente da Câmara de Vereadores.