BRASILEIRÃO : Corinthians joga melhor, vence o Palmeiras

O Corinthians fez na tarde deste domingo tudo que ainda não havia feito no segundo turno do Campeonato Brasileiro. Diante do arquirrival Palmeiras, foi superior ao adversário, começou ganhando, dominou o primeiro tempo e mostrou tranquilidade, apesar das falhas em escanteios, para vencer o Derby por 3 a 2 no estádio de Itaquera. Os gols foram marcados por Romero, Balbuena e Jô, do lado alvinegro, enquanto Mina e Moisés descontaram para o valente Verdão.

Com o resultado, o clube do Parque São Jorge chega aos 62 pontos na tabela de classificação e, pela primeira vez após quatro rodadas, abriu um ponto a mais em relação ao segundo colocado, dessa vez o Santos. O clube do Palestra Itália, que estacionou nos 54 pontos, fica com a terceira colocação, pouco ameaçado pelos perseguidores do G4 e mais distante do sonho do bicampeonato.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente o Atlético-PR, às 21h (de Brasília) da quarta-feira, na Arena da Baixada. Já Alberto Valentim e sua trupe buscarão o triunfo diante do Vitória, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Barradão, em Salvador.

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 05 de novembro de 2017, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior

Público: 46.090 pagantes

Renda: R$ 2.908.847,10

Cartões amarelos: Romero, Gabriel, Fagner, Maycon, Cássio, Jadson (Corinthians); Edu Dracena, Tchê Tchê, Egídio, Bruno Henrique, Dudu (Palmeiras)

Cartão vermelho: Deyverson

Gols:

CORINTHIANS: Romero, aos 27, Balbuena, aos 29, Jô, de pênalti, aos 38 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Mina, aos 34 minutos do primeiro tempo, Moisés, aos 23 minutos do segundo tempo

 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Maycon), Camacho (Fellipe Bastos), Romero, Rodriguinho e Clayson (Jadson); Jô

Técnico: Fábio Carille

 

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Mina, Edu Dracena e Egídio; Bruno Henrique (Guerra), Tchê Tchê (Deyverson) e Moisés; Keno (Roger Guedes), Dudu e Borja

Técnico: Alberto Valentim

Gazeta Esportiva