Banabuiú: Mulher grávida de três meses é morta a tiros dentro de casa .

O primeiro crime de 2020 no Sertão Central foi registrado em Banabuiú, na tarde desta quinta-feira (2): um feminicidio seguido de homicídio. Uma mulher foi morta a tiros dentro de casa no bairro Conjunto Esperança. Conforme as informações da Polícia, a vítima estava grávida de três meses. Os acusados fugiram após o crime.

Clarissa Gomes da Silva, de 24 anos, estava dentro do quarto da casa de um parente quando teria sido surpreendida pelos disparos. De acordo com a Polícia, ela é natural de Banabuiú mas estava morando atualmente em Fortaleza e teria vindo ao Município com o esposo para passar a festa de virada do ano com familiares.

A equipe da Polícia compareceu ao local do crime mas ninguém forneceu nenhuma informação. Vizinhos também preferiram não se pronunciar. Uma investigação será iniciada para descobrir como os acusados chegaram até Clarissa, como adentraram a casa, quantos eram e como fugiram em seguida.

Também ainda não se sabe o que teria motivado o crime. Um levantamento das primeiras informações feito pela Polícia Civil apontou que em 2013 o atual companheiro de Clarissa Gomes da Silva teria sido testemunha de um homicídio doloso (quando há intenção de matar), mas não é confirmado se esse fato teria ligação com o crime, já que o bairro onde a mulher foi morta é dominado pelo tráfico de drogas.

Dados

Os crimes de feminicidio foram destaque em 2019 no Ceará. Em cinco meses, de maio a outubro, 31 mulheres teria sido mortas no Estado. O último dado extra-oficial, do fim de outubro passado, mostrou que os crimes contra a vida de mulheres cearenses teria apresentado uma alta de 13% em 2019. No ano que passou o Ceará foi o segundo estado onde mais se matou mulheres entre todos os estados do Nordeste.

Fonte: Sertão Alerta.