Assaltantes cearenses mortos em troca de tiros com a polícia de Roraima iriam atacar mais um banco

A dupla de assaltantes cearenses Pedro Gomes da Silva Filho, 54 anos, conhecido como “Pedro das Vacas” e Lerivelton Maia Silva, 47 anos, mortos em uma troca de tiros com a polícia na tarde desta quarta-feira (26) em Roraima, estariam se preparando para atacar mais um banco, dessa vez o alvo seria a agência do Banco do Brasil de Rorainópolis, no estado de Roraima. Com a dupla encontrou um vasto material que seria utilizado na próxima ação criminosa.

A dupla estaria convidando outras pessoas do crime em Roraima para integrarem a quadrilha quando os contatos foram interceptados pela polícia. Eles eram também os principais suspeitos do ataque a agência do Banco do Brasil de Iranduba, município da Região Metropolitana de Manaus, acontecido em 29 de maio deste ano.

“Pedro das Vacas” e Lerivelton Maia eram dois assaltantes considerados de alta periculosidade pela polícia, eles são investigados por diversos ataques a bancos nos estados da Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba, além do Amazonas.

Os dois haviam sido presos em dezembro de 2015, “Pedro das Vacas” estava escondido na casa de sua irmã em Itaitinga, enquanto Lerielton Maia foi preso no município de Quixadá. Desde então estavam presos, até que em janeiro deste ano conseguiram fugir após uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, e a partir de então vinham sendo procurados pela polícia.

Com informações do site Folha Web de Roraima e Monólitos Post.